quinta-feira, 22 de abril de 2010

miss u.


Odeio o fato de ter que admitir que você levou metado do meu coração ao partir. Sei que não mudará muita coisa, ou até mesmo nada mas e se eu dissesse que sinto muito a sua falta... Você voltaria? Já parou para pensar que tudo acabou mesmo? Todos nossos planos, todas as promessas... As brincadeiras hoje já não tem mais graça. E você poderá procurar em outras o melhor beijos, o abraço mais aconchegante... Não vai encontrar. Isso porque as melhores coisas da vida são tiradas do coração, e ninguém do mundo terá um sentimento maior e mais sincero como o que eu sinto aqui por você. E pode tentar, tentar, tentar... Uma coisa é certa: Ninguém nunca vai te amar como eu te amo. E a mistura dos nossos perfumes no ar? E os nossos pés se tocando na sua cama? E os nossos filhos, nosso futuro cachorro? (...) Percebe que nada faz sentido agora? Percebe que, por mais que tudo isso 'morra' fisicamente, sempre estará vivo em nossos corações?
Eu espero mesmo, de todo o meu coração, que se não for eu, alguém te faça muito feliz como eu quis. E que essa pessoa nunca faça cair uma lágrima de seus olhos, pois cada lágrima que escorre em sua face equivale á um pingo de sangue do meu coração.
miss u.
lov u.

Um comentário:

Gostou? Deixe um comentário!