sábado, 5 de junho de 2010

Like a wind ..

E é tudo como o vento ..
Eu não te vejo, mas te sinto. E como sinto!
Sinto muito, sinto tanto, sinto ..
E o pior é te sentir indo embora,
Entre os espaços nos meus dedos,
E não poder fazer nada ..
E eu penso que tudo seria melhor se eu
Não tivesse te conhecido ..
Será mesmo?

F5, Del e Perfeição

Como seria bom se a nossa vida fosse como um teclado! Poderíamos errar a vontade, qualquer coisa era só selecionar tudo e apertar o Delete. Ou naqueles momentos bad, poderíamos apertar o F5 e ser feliz... É, seria tudo perfeito mesmo. Mas quer saber? O que nos motiva a viver é a busca pela perfeição, e se tudo fosse realmente perfeito, o mundo seria chato e sem graça. E ninguém reconheceria seus erros, não existiria o perdão... E ninguém aprenderia com a dor o que a felicidade não pode mostrar... Sinto que cada passo que eu dou, cada erro, e cada vitória aprendo algo. E se tudo fosse perfeito, metade do meu conhecimento simplesmente não existiria. Talvez porque o F5 e o Delete seriam usados a todo minuto, e eu não teria tempo de errar e aprender. Acredito que cada coisa que acontece na nossa vida tem um propósito. E quando não é pra ser, não é. E se as coisas estão sendo difíceis agora, é porque mais tarde a recompensa será muito grande e a felicidade irá transbordar.
Espero que tudo seja como o esperado.

Ps. Usei o Delete 5 vezes nesse texto.

Minusculosidade


Já parou pra pensar o quanto somos pequenos perto de tudo? O quão somos frágeis, indefesos, inofensivos? Hoje me deparei com uma sensação diferente, no mínimo estranha. Estava prestes á atravessar uma avenida a noite, e sabe como é. Carros incrívelmente velozes, as luzes dos faróis causando cegueira. Foi aí que descobri um sentimento que eu nunca tinha sentido antes. Pensei comigo mesma: Se eu quiser acabar com TUDO, basta dar um passo. E é verdade. Somos minúsculos perto do mundo, perto da vida, perto de tudo. E enquanto o sinal não abria, a obcessão em pensar como seria se eu desse aquele passo me perseguia. Pensei em toda minha vida, como um filme. Quem choraria? Quem sentiria minha falta de VERDADE? Concluí que os momentos bons da minha vida foram muitos, e que aquele passo não valia a pena. Todos os momentos inesquecíveis que passei com as melhores pessoas do mundo ocuparam a maior parte do meu coração, e não seria justo comigo mesma fazer aquele experimento sem, ao menos, lembrar deles. Lembrei de tudo. "Podem me tirar tudo que tenho, só não podem me tirar as coisas boas que eu já fiz pra quem eu amo!" Mas o que eu senti hoje não é tão inédito assim. Sempre que vou a praia, e me deparo com aquela imensidão de água, penso em tudo o que escrevi. Penso em como nós somos pequenininhos perto daquela grande poça d'água. E que se quisermos acabar com tudo isso aqui, em um piscar de olhos atingimos esse objetivo. Mas aí volto a me lembrar de tudo o que passei, e de tudo o que me faz acordar todos os dias e pensar: É mais um!