segunda-feira, 16 de agosto de 2010

De ontem


Não sei o que pensar, nem o que fazer e muito menos como agir. Me sinto mal comigo mesma por ter o amor de alguém e não conseguir sequer responder. Eu queria muito sentir o mesmo, queria ser recíproca mas não consigo! Não consigo imaginar como seria se nós dois estivéssemos juntos, não consigo me imaginar com você. Achei que tudo mudaria depois de te ver mas não; me senti normal como se aquilo fosse apenas um encontro amigável. É... A gente não manda nos próprios sentimentos... Me sinto uma monstra. Não me ame, por favor! Logo você, uma pessoa tão orientada, tão inteligente foi gostar justamente da garota mais complicada da humanidade? Como pôde? Eu só queria dizer que eu sei exatamente o que é essa dor que você está sentindo e contar que a dor que eu sinto em fazer isso é três vezes maior. Infelizmente a razão nem sempre fica do lado da emoção, e eu sou inteiramente emocional nas minhas decisões. Agi com o coração, com os meus sentimentos. Se fosse pela razão, optaria ficar com você, claro! Você sairia feliz, eu não precisaria contar nada sério para ninguém e ficaria tudo na mais perfeita paz... Mas e eu? Será que eu estaria completa e satisfeita com essa escolha? E durante a semana, na sua ausência, eu conseguiria controlar meus pensamentos, diferente de agora? Vai saber! Só sei que eu acredito ter feito a escolha certa, será melhor assim. Talvez se eu deixasse isso ir mais longe, o seu sentimento cresceria e essa escolha doeria mais. Enfim: Você encontrará alguém que te faça feliz de verdade como eu seria incapaz, acredite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!