domingo, 13 de março de 2011

Novo ciclo



É claro que nada do que você fizer de novo será igual, tudo é diferente, tudinho. Isso acontece principalmente em relações, tanto de amigos como de namorados. Uma amizade é diferente da outra, um namoro é diferente do outro. É assim que a gente aprende! Se no primeiro relacionamento aquela atitude foi errada, na segunda a gente tenta fazer certo. Quando a gente namora uma vez e se machuca com o final, entramos no segundo com receio de acontecer tudo de novo. Isso é óbvio. Mas com o tempo, vamos vendo que cada pessoa é diferente. Talvez isso que um faz, o outro não fazia, e vice-versa. A única solução é aceitar as diferenças e tentar uma boa convivência. Sou completamente contra brigas, e muitas vezes abri mão de defender aquilo que achava certo só para poder terminar aquele clima chato logo. Mas uma coisa que eu aprendi é não concordar com tudo só pra evitar discórdia. Se não gostei, falo e pronto. Claro que ás vezes uma ironia básica aparece. Aliás, quando eu estou brava, tudo o que eu disser pode-se considerar ironia. Só que essa história de 'não foi nada', 'tá tudo bem' .. Não cola mais! Não aqui, pelo menos. E essa é uma dica que eu dou pra quem pensa como eu. Não deixe de expressar o que sente só pra não deixar um climão no ar. A liberdade de expressão está aí pra isso: Ser usada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!