quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Quanto mais conheço o homem...

Mais amo os animais!


 


Esses dias, estava acompanhando a história deste cãozinho da foto, o Burne. Apesar da pouca idade, o coitadinho já tem mais história de vida do que eu, que tenho 17 anos. Isso porque ele foi encontrado aqui perto, em um terreno abandonado na cidade de Jaguariúna, com sérios ferimentos. O veterinário que atendeu o bichinho acredita que os machucados surgiram por causa de óleo de cozinha fervendo mas não se pode ter certeza.
Agora eu te pergunto: Por que tamanha maldade com um ser tão inofensivo? O cãozinho tinha apenas 3 meses de idade quando foi achado; o que uma coisinha deste tamanho pode fazer de tão ruim para tanta crueldade? Fico realmente deprimida com esses casos, e cada vez mais acredito que o homem é desprezível e egocêntrico. As pessoas ultimamente estão pensando apenas no seu próprio umbigo. A palavra ajuda não consta mais em nenhum vocabulário, até porque não faz sentido 'doar essas roupas se eu amo elas e um dia vou usar, ou doar 5,00 por mês pra alguma instituição carente se eu posso comprar alguma coisa pra mim com esse dinheiro'... Ah vá!

Quem está precisando de ajuda não é aquele mendigo que pede esmola no semáforo, ou aquele cachorrinho que foi maltratado... É você, que não faz nada pra mudar isso.


Ps: O Burne está melhor agora. Apesar de muitos acharem que ele devia ser sacrificado, devido ao seu sério estado de saúde, o veterinário Danilo Testa acreditou que, se fosse pro bichinho morrer, teria de ser por causas naturais e cuidou dele até que ele ficasse bom. No final, o amor já era tão grande que, além de Burne ganhar um médico, ele ainda ganhou um dono.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!