sábado, 28 de janeiro de 2012

Agridoce

Ontem ouvi a Pitty dizendo, em um entrevista, que ela se sente agridoce como o seu CD, projeto (brilhante!) dela e do Martin. Parei pra pensar um pouco e cheguei a conclusão de que eu também sou, todos nós somos, ou pelo menos a maioria é. Ora tá doce, ora tá salgado. Ora tá alegre, ora tá sombrio.
Nesses dezoito anos de vida, só agora eu fui descobrir que tenho esses múltiplos lados, com faces e jeitos diferentes; sendo que, com alguns deles, eu mal aprendi a lidar ainda. Costumava pensar que não era normal chorar, ficar melancólica e desejar que todas as coisas do mundo voem pra bem longe. Hoje vejo isso como algo natural... Ás vezes é bom tirar um dia de folga da felicidade e curtir o nosso lado sombrio em paz.


É melhor aproveitar uma verdadeira fossa do que sair distribuindo sorrisos falsos.

Art-beautiful-black-blue-cute-favim.com-276985_large

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!