sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Um iceberg

215222_10150150124041542_691666541_7006678_5327339_n_large




Sou uma inconstante máquina de pensamentos circulando a todo vapor. Tento parar, respirar, esfriar um pouco a cabeça porém logo vem alguma memória, algum comentário, algum desejo... Acontece o tempo todo, diariamente, em tempo integral. Porém, decidi me aceitar assim mesmo, do jeitinho que eu sempre fui. Exagerada, ciumenta, teimosa e ao mesmo tempo, fiel, carinhosa, e dona de uma sensibilidade gigantesca. Ah, e sobre aquela histórinha fútil de me tornar fria? É impossível! Tenho afeto até por coisas bobas, como uma almofada querida ou uma palavra engraçada. 
Paro por aqui as minhas falas de que vou mudar ou então, tudo será diferente. Pode até ser que seja, porém quem terá de mudar ou amansar suas atitudes não será eu, e sim, as pessoas que me cercam. Sei que estou em um bom caminho e não tenho motivos para me transformar em algo que não sou.
Se eu tiver que chorar, vou chorar sim, com todo o meu coração. E se tiver que rir, darei a gargalhada mais gostosa da minha vida, com prazer e alegria. Nunca fui de meio-termo e não será agora que eu vou ser, correto? haha! 


Ps. Essa não é uma revolta nem nada do tipo. Apenas se eu disser que vou me tornar um iceberg, não acreditem. Eu nunca conseguirei ser assim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!