quarta-feira, 2 de outubro de 2013

O Primeiro Emprego

Vou ser bem sincera agora: Se você não tiver algum curso técnico te especializando em alguma coisa ou sorte, o Primeiro Emprego será um grande desafio. Eu, quando saí da escola, na minha doce inocência, sonhava em começar a trabalhar, guardar todo o meu dinheirinho para a faculdade e começar a mesma no próximo ano, com o bolso cheio e empregada. Quem diria! 

Sempre fui boa aluna, tirava boas notas e tinha até um curso de inglês (na época, no avançado já!) mas nem isso me livrou da busca insana pela primeira oportunidade profissional. Durante um período de seis meses, a única coisa que me restava era enviar Currículos. Empresas grandes, empresas pequenas, empresas sem nome, com nome, nada, nenhuma me aceitava ironicamente porque eu não tinha experiência. Mas oi? Experiência não é algo que se ganha após ter uma oportunidade? 
Pois bem. Fui chama em um Call Center para fazer pesquisas (indicação do meu primo, senão estaria sentada esperando até hoje!). Concorria com vendedores de cartões de créditos, e pessoas que tinham experiência. Porém, cansada de dar com a cara na porta, pensei: "É agora!". Fiz o que tinha de ser feito. Pedi uma oportunidade. Deixei claro que não tinha experiência alguma com telefone, sistemas e marketing de comportamento de clientes, mas eu poderia aprender e mais, tirar de letra!! Cerca de 4 dias após a entrevista recebi um telefonema dizendo que eu tinha um emprego. Pois é, um emprego! 
Por estas e outras tantas, aconselho às meninas mais novas: Agarrem ao máximo as oportunidades que surgirem. Nessa etapa da vida, não é uma boa hora de fazer escolhas e achar que, logo de primeira, você trabalhará no emprego dos seus sonhos; O buraco é mais embaixo, bem mais! Portanto, façam cursos e aprendam a falar bem. Quando você tem o dom da fala e o poder de persuasão a seu favor, as coisas se tornam muito mais fáceis!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!