domingo, 27 de outubro de 2013

Palestra sobre Jornalismo de Moda - com Andrea Jordão




Como prometido, estou aqui para contar como foi a divertidíssima palestra de ontem com a jornalista de moda Andrea Jordão. Inicialmente, ela contou um pouco sobre moda e estilo, informando que moda sai, estilo permanece. Também acrescentou que tendências inspiram-se em padrões de comportamento, movimentos e valores. Um bom exemplo disso é a Era dos hippies!

Uma curiosidade bem bacana foi ela citar o Sneaker, que foi lançado pela primeira vez no clipe da Beyonce - Love On Top. E nós assistimos mil vezes sem perceber isso né?

  

Ela também explicou que a moda tem 4 fases: o lançamento, o crescimento, a maturidade e o declínio. Sempre tendo, claro, uma 'próxima carta nas mangas', prestando atenção no que está na mídia e o que pode se tornar um viral (expandir por todos os lados). 
Além disso, para ser jornalista de moda não basta 'saber'; Tem que acompanhar! Participar de desfiles, prestar atenção no tema, na cartela de cores, materiais, beauty, casting... Não é fácil!



O mais bacana foi ver a evolução das capas da Vogue e Manequim, desde o início até os dias de hoje. A Manequim vinha com moldes da Europa e foi a primeira revista de moda lançada no Brasil, pela Sylvana Civita. Já a Vogue chegou despretensiosa e conquistou o coração de todos os apaixonados por moda. Tanto, que está presente em 24 (vinte e quatro!!!) países! 
Também tirei uma dúvida em relação ao filme 'O diabo veste Prada' em que eu sempre me perguntava "Será que realmente existe uma chefona, poderosa e autoritária como a Miranda?". E sim, existe! Seu nome é Anna Wintour, e sua função nada mais é do que ser editora-chefe da edição norte-americana da Vogue. Chato, ein?

                                         

Para finalizar a palestra em grande estilo, Andrea citou a grande e sábia frase de Anatole France: “Se me fosse dado escolher, em meio ao amontoado de todos os livros que serão publicados cem anos após a minha morte, um único exemplar sabe o que eu escolheria? Eu escolheria tranqüilamente, meu amigo, uma revista de moda para ver como as mulheres estarão vestidas um século após meu falecimento. E esses pedacinhos de tecido me diriam mais sobre a humanidade futura do que todos os filósofos, romancistas, pregadores e sábios.”

Espero que tenham gostado tanto quanto eu! 
E para a Andrea, muito obrigada por repassar seu conhecimento à nós, aspirantes a Jornalistas!! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!