quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Dilema do Facebook


Ao pensar em trabalhar “no” Facebook, qual é a primeira coisa que lhe vêm à mente? Diversão? Facilidade? Sucesso e retorno tão rápidos quanto a velocidade da luz?

Pois é, meu amigo. Mas trabalhar “no” Facebook é muito diferente do que trabalhar “com” ele. Até porque nem tudo são flores, amores e blá blá blá. No começo, em meados de 2004, pode até ser que uma postagem fizesse o viral esperado, o produto teria divulgação sem muitos custos e todo mundo ficaria feliz, mas hoje a coisa vai muito além do que se imagina.

Ao conversar com a maioria das pessoas, seja comerciante, empresário e até usuários comuns do Facebook, o primeiro assunto que debatemos é: Menos é mais. Hoje em dia, quanto menor o número de postagens feitas na rede social, melhor é o desempenho de sua página e sua publicidade. O post ganha maior visualização, curtidas e compartilhamentos, consequentemente melhorando os resultados e a satisfação do cliente.

Além disso, os contextos visuais e escritos precisam estar conversando entre si, senão o público solta o verbo sem dó. Exemplo disso são erros de português na arte ou na legenda do post. É inadmissível para o público ver que a equipe de propaganda de seu produto favorito erre uma vírgula durante a postagem e isso prejudica (muito!) a página.

Portanto, pense uma, duas, três, quantas vezes forem necessárias antes de entrar no Facebook para trabalhar achando que tudo é fácil. Com experiência própria, eu lhe digo: Haja inspiração para tanta transpiração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!