quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Realidade do Glúteo


O ano virou, Ano-Novo acabou, branco passou, Janeiro chegou. Mas ela não. Ela preferiu ficar ali, com sua consistência molenga e caída de sempre. Ainda mais depois da rabanada do Natal e dos drinks do Reveillon... É minha amiga, ela jamais te deixaria.
Pode correr desesperadamente na esteira da academia, aliás, pode fazer isso passando da tradicional 'meia hora de emagrecimento'... Ela continuará ali, gelatinosa e grande, nas mais azaradas com a textura de uma laranja. Ah, nada bonito!!
Logo logo começa a missão praia e a pressão até baixa na academia com os exercícios desumanos. Tudo para fazê-la dar um up, turbinada, erguida. Ou, ao menos, que não derreta na areia como ela costuma fazer. Mas sim, ela não mudará tão fácil.

É, bunda... Ficaremos eternamente inconformadas com sua gravidade natural!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!