quarta-feira, 30 de março de 2016

Aleatório

Foto: Tumblr
Existe um momento que todo mundo se encontra na vida. No jeito, no estilo, na cabeça. No sentir, no pensar, no contato com o mundo. Essa percepção é um dos momentos mais importantes de nossas vidas, e também o mais difícil de conquistar. Ele chega junto com a maturidade e ela, muitas vezes, nunca chega para algumas pessoas.

Buscar experiências novas é primordial para conquistar essa tal da "liberdade", ou até mesmo o seu "eu". Viagens, gente nova, estudos... Tudo o que colaborar com o seu conhecimento, muito provavelmente vai mudar sua vida aos poucos. É um processo natural de evolução.

Penso o tempo todo no que poderia ter feito e logo lembro que, se eu não tivesse vivido tudo o que eu já vivi, teria outra mente. Eu, por exemplo, era apaixonada por umas mandalas que via espalhada nas paredes da cidade, mas nunca comentava com ninguém. Até que um dia, na van da faculdade de volta pra casa, falei do quanto gostava delas. Uma das meninas conhecia o artista e hoje, sou fã de carteirinha. Mas e se eu nunca tivesse comentado? E se eu deixasse passar?

É libertador ter esse auto-conhecimento. Principalmente em coisas que poderiam te afetar. Se hoje eu vejo alguém falando algo ruim sobre mim, logo penso que a pessoa não deve ter convivido comigo ou é fraca de cabeça mesmo e acredita em tudo o que os outros dizem. 

Sempre quando encontro alguma experiência nova, que de alguma maneira, pode mudar minha vida, alguns "colegas" aparecem para contar uma informação. O job é furada, o cara é galinha, o cidadão é falso. Deixa! Se for, eu vou descobrir. Mas eu preciso fazer isso sozinha.

"Ninguém tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo.
Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender." 
(Raul Seixas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Deixe um comentário!